O Caminho Óctuplo



1 – A Visão Correta
É não nos deixarmos levar por ilusões pessoais levadas por emoções do ego, como orgulho, vaidade, inveja, desejo de controle ou poder e etc.
Que fazem a pessoa se achar superior ao outro, fazendo ele de escada, ou diminuindo ele, ou distorcendo a realidade crendo ter poder absoluto.
Alem de serem condutas não virtuosas, elas causam ilusões pessoais.
Estar equilibrado é não buscar orgulho, vaidade, inveja e nem controlar outros seres vivos.
É importante saber a diferença entre controlar um filho e educá-lo.
A educação consiste em criar o filho em parâmetros considerados corretos, e o controle foge do que é correto.
Proibir o filho de usar drogas, cigarro e bebida são bons, querer que o filho se case com a fulana de tal, caso ele não queira é errado.
A visão correta é ver a realidade como ela é e para isso é necessário ter parâmetros como acreditar que as virtudes são o bem, e as invirtudes o mal.
Todos tem alguma falta de visão em suas vidas e o crescimento psicológico, traz o conhecimento correto, mas isso é com o tempo.
A consciência amplia com o conhecimento.

2 – Aspirações Corretas ou Pensamento Correto
É se inspirar por coisas que façam bem ao outro ou a si mesmo, mas não o mal.
É manter seu mundo mental e criativo positivo.
É não pensar em como seria bom que a pessoa que não gosta se ferre.
É pensar em coisas boas para outro e para si.
Porém invirtudes não são coisas boas.  

3 – Fala Correta
É não ferir o outro através das palavras, nem caluniar ou distorcer os fatos.
É ser verdadeiro e não falso.

4 – Ação Correta ou Conduta Correta
Não-violentar, não roubar, não ter má conduta sexual, não usar drogas, não procurar ser orgulhoso, invejoso, irado, avarento, guloso, falso, desonesto, desrespeitoso, desleal e etc. tudo isso é invirtude.
E buscar ser generoso, humilde, honesto, fiel, bondoso, respeitoso, paciente, simples, ter atos de compaixão, caridade e etc. tudo isso é virtude.
 
5 – Meio de Vida Correto
É buscar uma forma de viver com ética, sem fazer os outros sofrerem por causa disso, como não roubar, escravizar, matar, falsificar, vender armas, escravos, drogas e bebidas.

6 – O Esforço Correto
É se manter perseverante em todas estas vias.
Se aparecer algo que vai te tirar deste nobre caminho, é bom que saia deste estado destrutivo e volte a ficar em parâmetros luminosos. Pois tudo isso que ensinamos aqui é luz.
Não é só no Budismo que se ensina a viver de acordo com a luz, mas todas ou quase todas as religiões fazem isso e não só elas, como filosofias como o Yoga e até a arte marcial do Tai Chi Chuan.
Se manter nisso, é se manter virtuoso, em qualquer religião, não é para se manter budista e sim para se manter na luminosidade, na religião que seja.

7 – Atenção Correta
É não estar e agir de forma desligada; distraída; inconsciente e sim estar ligado, atento e consciente.
É fazer os afazeres do dia e tudo mais que se possa fazer estando ligado.
Prestando atenção, deixamos de agir de forma automática.
 
8 – Concentração Correta
Também chamada de Êxtase Correto. É o estado meditativo, o estado meditativo é a concentração e num estado profundo leva ao êxtase.
Mas é importante que o êxtase venha por meio da meditação e não por meio de drogas, pois estas prejudicam o ser humano e a meditação beneficia.
O estado meditativo é manter a mente calma e concentrada.
O estado meditativo é alcançado pela concentração correta, a pessoa consegue fazer seus afazeres, conviver e interagir com as pessoas, estando em estado meditativo, estando concentrado nos amigos e nos afazeres, assim pode além de poder aproveitar o que se está fazendo e os amigos, também aproveita o bem estar que a meditação trás.

Veja - Terráqueos

Loading...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Feng Shui 3D




Feng Shui

é
a antiga arte chinesa de criar ambientes harmoniosos. Originou-se há cerca de 5.000 anos, nas planícies agrícolas da China Antiga. Seu desenvolvimento vem sendo desde então, aumentado e evoluído, chegando aos dias de hoje, como uma disciplina capaz de nos oferecer um sistema completo, nos ligando intimamente à natureza e ao Cósmico. Seus diagnósticos e resoluções são capazes de resolver quase todos os problemas envolvendo uma casa e as pessoas que moram nela. São adaptados ao moderno estilo de vida, nos levando a entender e compreender uma sabedoria muito profunda que nos ensina a "viver em harmonia com a natureza". Em outras palavras, o Feng Shui é uma antiga arte chinesa que visa a harmonizar os ambientes em que as pessoas vivem e trabalham, conseguindo-se assim, uma vida mais feliz e cheia de Bênçãos Cósmicas. Suas leis e princípios foram desenvolvidas através dos séculos e transmitidas oralmente de Mestre para discípulo.

Seria correto dizer que o Feng Shui é a antiga ciência chinesa que visa a localização de diferentes tipos de energia em um local. A palavra ciência, aqui, não tem e nem pretende ter a conotação da ciência moderna. Quando dizemos ciência, significa um sistema no qual os princípios e regras foram baseados em observações e dados estatísticos ao longo dos anos. Quem pode dizer que isso é superstição?
A tradução literal do termo Feng Shui é Vento-Água. Mas significa muito mais que isso. Os chineses dizem que essa arte é como o vento que não se pode entender, e como a água, que não se pode agarrar. E também é o vento que traz a água das chuvas para nutrir tudo o que está embaixo.

Atualmente, existem duas escolas principais de Feng Shui, embora com técnicas diferentes, ambas têm fundamentos e leis comuns, sendo suas principais diferenças, no que se relaciona com a forma das construções, originando a escola das formas, e com as direções dos aposentos, casas e portas, a escola das direções, ou da bússola. Existem muitas outras escolas, sendo as mais avançadas as que utilizam o fator "tempo" como principal método de diagnóstico e tratamento.
Suas teorias são baseadas no pensamento máximo chinês, o I Ching, juntamente com as leis do yin yang e cinco elementos - vitais em toda a cultura chinesa. Portanto, para se estudar mais profundamente o Feng Shui, deve-se ter em mente, que um estudo aprimorado e profundo dos 64 hexagramas do I Ching se faz necessário, e também as leis do yin yang, os opostos complementares, e os cinco elementos e seus relacionamentos. Toda esse estudo visa o entendimento do modo chinês de ver e entender o mundo e o universo, com seus relacionamentos e eternos ciclos de mudança. Lembre-se sempre: "Mudança é a Lei da Vida".
Tudo na natureza muda e nunca é estável. Seu eterno processo de mudança, de mutação, mostra ao homem que toda a natureza, o universo inteiro, sempre muda e evolui, nunca ficando estagnado e parado no tempo. Assim, deveríamos agir desta mesma maneira em relação às nossas vidas. Negligenciar que as coisas se transformam, é fechar os olhos para eventos que sentimos durante toda a nossa vida.
É importante salientar uma coisa: o fanatismo, seja ele em qual nível que se aplique, nunca é benéfico, trazendo resultados que às vezes podem ser destrutivos e nos afastar do caminho da sabedoria.

Os grandes Mestres de Feng Shui do passado praticavam, juntamente com essa arte, a Medicina Tradicional Chinesa e também o Chi Kun o Tai Chi e o Nai Kun. Tais práticas sempre estiveram juntas, pois um médico chinês entende que se uma pessoa tem algum problema, isso foi gerado por alguma razão. Assim, ele vai até a casa do paciente olhar o que pode estar errado e o que pode ter gerado a desarmonia, conseguindo, assim, duas formas de diagnóstico e tratamento. Infelizmente, hoje em dia as coisas são diferentes, e poucas pessoas podem ser chamadas de Mestres de Feng Shui.

Hoje em dia, o Feng Shui é praticado em todo o mundo. Seu maior desenvolvimento acontece em Hong Kong, Malásia, Singapura e Taiwan.
Atualmente, além das "capitais" do Feng Shui, a Europa e os Estados Unidos têm tido um grande desenvolvimento desta prática, embora nem sempre preservando a tradição verdadeira. Muitas pessoas e praticantes aderem ao Feng Shui após terem certas idéias formadas, sendo muito difícil andar por um novo caminho, sem trazer a poeira e as influências dos anteriores. Infelizmente, isso tem contribuído para a desvirtuação atual do sistema, ficando a cargo do leitor e estudioso a diferenciação dos conceitos verdadeiros e dos aspectos falsamente chamados "técnicas de Feng Shui."
O Feng Shui não oferece cura para todos os problemas da humanidade. Ele deve ser entendido como um dos vários sistemas existentes da filosofia chinesa, e não uma panacéia para todos os males. Ele não traz sucesso da noite para o dia, nem é uma mágica milagrosa. Mas se você aplicar seus conceitos cuidadosamente, ele fará sua vida mudar de rumo.(Raul de Soroa)